Aplicando os Conceitos da Nova Mídia no Cinema

7 11 2010

Segundo Lev Manovich, o conceito abordado não é exclusivo para as novas mídias, e pode ser aplicado nas mídias mais antigas, como o cinema.

1- Mesmo código digital : possibilita a combinação entre diferentes tipos de dados no mesmo arquivo. O cinema desde seu início faz a junção de textos(intertítulos), som e imagem. Com essa união entre diferentes elementos podemos caracterizá-lo como multimídia.

2- Representação numérica: é limitada, para qualquer tipo de mídia. A quantificação tornou possível a digitalização. Como a matriz de pixels nas imagens, o espaço na representação do 3D e também o cinema que quantifica o tempo, que é representado por 24 quadros por segundo.

3- Acesso aleatório: permite que usuário acesse diferentes elementos de uma sequência. Quando vemos um filme temos acesso ao conteúdo na forma sequencial, com a digitalização, podemos acessar os elementos dessa sequência de forma igualmente rápida.

  Sabemos que tudo o que temos hoje, todas inovações tecnológicas foram desenvolvidas através do que já existia. Dessa forma, o cinema contribuiu para o avanço das tecnologias midiáticas, foi observando o que poderia ser melhorado que o “novo” foi construído .

Advertisements

Actions

Information

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: